Notícias

Publicado em março 6th, 2018 | por Francis Weslen

10 lançamentos Devir 2018

Ontem (05/03), a Devir Brasil realizou a edição 2018 da ELFO (Encontro de Lojistas e Fornecedores). Durante o evento realizado em São Paulo, a editora anunciou 10 grandes jogos que devem ser lançados no Brasil ainda esse ano. Confira a lista de lançamentos Devir 2018.

1- A Game of Thrones: Catan – Brotherhood of the Watch

Se você já estava cansado de jogar o bom e velho Catan e é fã de Game of Thrones, vai gostar desse lançamento. Nessa nova versão do clássico Settlers of Catan, os jogadores representam irmãos da Patrulha da Noite. As áreas fornecem os recursos: madeira, tijolos, lã, grãos e minério. Já os campos gelados não produzem nada.

Os players usam os recursos para fortalecer seu domínio no norte e conquistar pontos de vitória. Para isso será preciso construir estradas,  manter assentamentos, recrutar guardas para sua patrulha ou comprar cartas de desenvolvimento.

The winter is coming!                                            Créditos: Gate Keeper Games

 

O objetivo é familiar para os jogadores do Catan original. O primeiro jogador a conseguir dez pontos de vitória, ganha o jogo e se torna o novo Lorde Comandante da Patrulha da Noite.

2- Busca pelo Anel (Hunt For The Ring)

Esse é um jogo de Marco Maggi, Gabriele Mari e Francesco Nepitello. Um dos jogadores assume o papel de Frodo que, junto com Merry, Pippin e Sam tem o objetivo de resistir aos ataques dos cavaleiros negros e à corrupção do Anel. Essa equipe precisa entregá-lo aos elfos em Valfenda. Essa movimentação é feita de forma oculta, num mecanismo parecido ao usado em Last Friday. Os outros jogadores serão os Nazgûl que estão caçando os hobbits.

Busca pelo Anel é jogado em dois capítulos, cada parte em um lado diferente do tabuleiro. No primeiro capítulo, Frodo precisa atravessar o tabuleiro, do Condado até Bri. Se o jogador não conseguir fazer isso dentro de dezesseis rodadas, ele recebe pontos de corrupção.

Vai Frodo!                                           Créditos: Board Game Geek

No segundo capítulo, o jogador não controla Frodo, mas Gandalf, buscando afastar os Nazgûl de seu caminho com cartas de um baralho de viagem. Cada carta mostra um dos muitos caminhos de Bri para Valfenda. Nesse capítulo os jogadores que controlam os Nazgûl recebem o controle do Bruxo de Angmar para corromper os hobbits e recuperar o Anel.

3- Century: Eastern Wonders

Desenhado por Emerson Mastuuchi, Century: Eastern Wonders convida os fãs a retornar ao mundo emocionante do comércio de especiarias. A viagem agora acontece em alto mar, na busca por maravilhas exóticas da Indonésia. Como comerciante e corsário representando a sua nação, você procura controlar a nova região para sua glória e lucro.

Componentes muito bonitos!                                           Créditos: Board Game Geek

Novos e satisfatórios mecanismos de jogo são acrescentados, além de um tabuleiro, que representa o mar. Ali, os jogadores podem se movimentar, descartando cartas de sua mão, conquistando mais especiarias.

Century: Eastern Wonders é o segundo jogo de uma trilogia e pode ser combinada com Century: Spice Road. Os dois primeiros jogos vão criar uma nova experiência de jogo, chamada “Sand to Sea”!

4- Codinomes Dueto

Codinomes Dueto mantém os elementos básicos do Codenames, um party game de Vlaada Chvátil. Nele você dá pistas de uma palavra para ajudar sua equipe a identificar seus agentes entre as cartas na mesa. Isso, antes que o assassino que está a solta, consiga alcançá-los e pôr fim à sua operação.

Começou uma das maiores operações da espionagem mundial                   Crédito: Board Game Geek

Agora, o grid de 5×5 cartas será usado pelos dois jogadores, sendo que cada um vê somente uma parte dos agentes em campo. Cada jogador só consegue ver parte dos agentes, assassinos e civis. Por isso, ambos terão que trabalhar para encontrar os agentes em tempo, antes que o plano vá por água abaixo.

5- Exit: A Ilha Esquecida, O Castelo Proibido e A Estação Polar

Em 2018, a Devir continuará com a série Exit de jogos de fuga. Nesses jogos, você precisa resolver enigmas para seguir em frente e sobreviver. Dessa vez os jogadores terão 3 novos desafios: A Ilha Esquecida, O Castelo Proibido e A Estação Polar.

Será que você consegue escapar dessa vez?                                           Créditos: Board Game Geek

Com dedicação e criatividade os jogadores precisam agir em equipe para descobrir itens, códigos de crack, resolver quebra-cabeças e aos poucos aproximar-se da liberdade. O jogo é de Markus e Inka Brand, criadores de Village e um outro jogo aqui desta lista. Exit: O Laboratório Secreto, ganhou o prêmio Kennerspiel des Jahres no ano passado.

6 – Gretchinz!

Um jogo hilário e violento. Em Gretchinz!, os jogadores representam motoristas loucos e precisam rolam todos os dados ao mesmo tempo. Eles indicam o tipo de ações que pode ser executada como: mover, anexar, desenhar novas cartas, entre outras coisas.

Os jogadores escolherão a qual clã eles pertencem e cada um deles dará uma habilidade especial exclusiva. Quando um jogador escolher os dados do seu interesse, ele deve gritar “Waaagh!”. Então, todos os outros precisam manter os resultados que eles têm a mesa naquele momento.

WAAAAGH!!!                                           Créditos: Devir

Cada motorista terá um veículo e várias cartas na mão. O lado da carta que fica virado para o jogador, indica o tipo de ataque que ele pode jogar. Já o verso indica o lado que os outros jogadores podem e mostra o perigo que está na frente de suas rodas.

Vale lembrar que o jogo ainda não foi lançado lá fora e ele faz parte do universo Warhammer 40,000 da Games Workshop.

7- Machi Koro

Esse é um jogo japonês de Masao Suganuma que fez sucesso no mundo todo. Nele você é prefeito de uma cidade e precisa atender as demandas dos cidadãos. Isso vai de trabalho, a construções como parques e fábricas.

Role os dados para construir seu edifício.                                           Créditos: Board Game Geek

Para construir, cada jogador rola um ou dois dados em seu turno. Se os números dos dados forem iguais ao do edifício que um jogador possui, ele obtém o efeito da construção. Então, com o dinheiro, ele pode construir um ponto de referência ou um novo edifício.

Em Machi Koro você deve reunir renda de desenvolvimento, construir edifícios públicos e roubar os fundos de seus vizinhos e se tornar a maior cidade da região.

8- Pulsar 2849

Em Pulsar 2849, a humanidade foi explorar o espaço em busca de riquezas e expansão territorial. Esse é um jogo de rolagem de dados de Vladimír Suchý. Em cada rodada, os jogadores irão rolar os dados de acordo com o número de jogadores. Depois, eles serão ordenados de acordo com os valores.

Então eles recrutarão os dados para executar ações como adicionar outra nave espacial à sua frota, visitar um sistema estelar inexplorado, rotular um pulsar com um dos seus anéis de identidade ou avançar em nossa faixa de tecnologia pessoal. O legal é que isso é diferente para cada um dos jogadores.

Um grande e belo tabuleiro.                                           Créditos: Board Game Geek

Os jogadores marcam pontos a cada rodada com base no que eles descobriram e exploraram. Além disso, todos têm objetivos secretos que querem alcançar, ao mesmo tempo em que tentam reivindicar os públicos. Estes vão fornecer pontuação adicional ao final do jogo.

9- Rajas of the Ganges

Um eurogame de Inka e Markus Brand que usa mecanicas de gerenciamento de dados com alocação de trabalhadores. Segue a mesma linha de outros títulos da editora, como As Viagens de Marco Polo.

Esse título nos leva até a Índia do século XVI, governada pelo imperador Mogul Akbar. Lá, inúmeras províncias estão sob o controle dos príncipes hindus locais, os Rajas.

Um baita jogo!                                           Créditos: Board Game Geek

Em Rajas of The Ganges, os jogadores assumem o papel de rajas e desenvolvem sua província usando o sistema de castas. Para isso será preciso comercializar mercadorias e viajando ao longo do Ganges, competindo entre si por poder e prestígio. Mas os deuses também influenciam seu destino. Por isso cuidado! Tenha sempre uma dose a mais de carma para influenciar os seus dados.

10- Tzolk’in: The Mayan Calendar

Em Tzolk’in: The Mayan Calendar, os jogadores representam diferentes tribos maias e colocam os seus trabalhadores em gigantes engrenagens conectadas. Essas engrenagens giram e levam os trabalhadores para pontos de ação diferentes do tabuleiro.

Durante um turno, os jogadores podem colocar um ou mais trabalhadores no menor ponto visível das engrenagens ou pegar um ou mais trabalhadores. A ação é feita, quando um trabalhador é retirado de um lugar. Ele precisa executar a ação correspondente ao lugar em que ele estiver.

Um jogo tão bonito que vale a pena dar uma pimpada!                                 Créditos: Board Game Geek

Alguns dos caminhos para a vitória, são agradar aos deuses, colocando crânios de cristal nas cavernas ou construir templos para alcançar pontos de vitória em cada um deles. O jogo termina após uma rotação completa da engrenagem central da engrenagem.

10 lançamentos Devir 2018

Os 10 jogos apresentados aqui são muito bons e todos muito esperados pela comunidade de fãs. A Devir não deu data exata de lançamento para nenhum dos jogos, mas promete trazer todos ainda em 2018. Qual deles é o seu favorito? Conte para gente nos comentários!

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


Sobre o Autor

Designer, viciado em games digitais, quadrinhos e financiamentos coletivos.



Voltar ao Topo ↑