RPG

Publicado em novembro 9th, 2016 | por Rafa Almeida

Castelo Falkenstein está voltando!

Acredito que todos estão sabendo que a RetroPunk Publicações vai lançar, ou melhor relançar Castelo Falkenstein no Brasil. Originalmente, o jogo foi lançado em 1994 pela Talsorian Games e já teve uma versão nacional lançada pela Devir. Bem, pensando nisso e na enorme possibilidade de muitos de vocês não conhecerem muito bem esse sistema, resolvemos falar um pouco sobre ele.

Castelo Falkenstein é ambientado no continente europeu, porém, em um universo alternativo. O ano no jogo é de 1870 e o mundo passa por uma revolução industrial. Nada comparado ao nosso mundo, com doses cavalares de muito cenário Steampunk e “Vapor Punk”.

castle-falkenstein

Capa da versão americana do game

Em adição a essas maravilhosas máquinas movidas a vapor e carvão, temos magia e fantasia. Exatamente. Tudo bem junto e misturado. É como uma utopia onde ficção e fantasia se misturam dentro do jogo, criando dois universos ou mundos. Afinal de contas, além dos humanos, temos anões contribuindo com suas invenções e novas ciências que estudam a magia têm crescido pelo continente. Além de tudo isso, temos personalidades incríveis da literatura como Sherlock Holmes, Júlio Verne, Capitão Nemo e tantos outros. O cenário do filme A Liga Extraordinária remete diretamente à proposta do sistema. Quem não assistiu, não perca tempo! Termine de ler o texto e vá assistir.

O livro inteiro é calcado no período Vitoriano. Romances góticos, cavaleiros e suas intocadas e inocentes donzelas, os disputados convites para bailes de gala nos salões do Rei, e heróis honrados e dispostos a tudo para vencer as forças do mal com bravura. Nada de enganadores ou jeitinho, e sim a verdade sob a ponta da espada.

O sistema de Castelo Falkenstein é bem simples, mas ao mesmo tempo bastante inovador, visto que não são utilizados dados, e sim cartas de baralho comuns. Exatamente, os testes de atributos, perícias ou qualquer desafio dentro do jogo, são realizados com cartas ao invés de rolagem de dados.

Funciona da seguinte forma: as cartas numeradas contam com o seu próprio valor. Acima disso valetes, damas, reis, ases e curingas valem respectivamente 11, 12, 13, 14 e 15. Basicamente o jogador adiciona uma carta ou valor de uma carta, neste caso a um atributo base. Os atributos são classificados entre: Pobre, Mediano, Bom, Ótimo, Excelente e Extraordinário. Todos eles obrigatoriamente com valores entre 2 e 12.

Os naipes das cartas também são importantes. Cada um deles tem o seu significado e deve ser usado em algumas situações específicas. Caso use o naipe errado para a situação que exigiria outro naipe, não importa o valor da carta ela sempre será apenas 1 de valor. Copas são para ações envolvendo carisma e romantismo, paus são para desafios físicos e atléticos, ouros para tarefas mentais e intelectuais (como aplicação de conhecimentos) e espadas para embates sociais baseados em status e títulos.

rpg-rarissimo-castelo-falkenstein-121901-mlb20441562737_102015-f

As páginas do livro são maravilhosas

No início das partidas ou aventuras, todos os jogadores e mestre (anfitrião), recebem cinco cartas e ao decorrer do jogo devem utilizar da forma que conseguirem. Novas cartas são adquiridas durante o jogo, mas nem sempre temos em nosso arsenal o naipe certo para o que estamos tentando fazer. Em combates ou ações que exigem um confronto direto, os resultados são comparados e quem conseguir o maior resultado acaba levando a melhor.

Em Castelo Falkenstein são encontradas muitas referências de contos e histórias já conhecidas por todos. Vamos citar apenas algumas: Van Helsing, Penny Dreadful, A Liga Extraordinária (A Liga dos Cavalheiros Extraordinários em seu nome original), Entrevista com o Vampiro e muitos outros.

Este sistema é bem específico, se passa em um período histórico específico e tem objetivos bem definidos. As campanhas podem ser para explorar terras distantes, espionagem e intrigas entre nações. Guerras secretas e batalhas por poder entre os nobres e monarcas, conseguir conquistar o coração da proibida donzela, ajudar um casal apaixonado de famílias inimigas a fugir, lidar com piratas terríveis em alto mar ou piratas aéreos em seus incríveis e assustadores zepelins, entre tantas e tantas outras ideias.

É um incrível sistema, é um incrível jogo. É um livro com artes lindas e que estimula a leitura e o aprendizado histórico,  vale muito a pena. E a melhor notícia é que logo veremos ele por aqui novamente. Acessem o site da Retropunk Publicações e fique ligado para saber quando ele vai chegar!

Curta nossa fanpage no Facebook, nosso canal no YouTube e siga nosso Instagram. É a melhor maneira de ficar por dentro de todo conteúdo que é lançado no Tábula!

Um sucesso decisivo a todos, e uma ótima disputa entre cavalheiros ;)

Tags: , , , , , , , ,


Sobre o Autor



Voltar ao Topo ↑