RPG

Publicado em agosto 29th, 2016 | por Rafa Almeida

Cidade Obscura: a casa do sobrenatural

Cidade Obscura é um sistema desenvolvido pelo português João Mariano, um apaixonado por jogos de interpretação de personagens (RPG), durante a semana do editor do RPGenesis em 2013. O sistema é simples e minimalista, exigindo pouca preparação para ser jogado e segue a linha White Wolf e Mundo das Trevas, com criaturas terríveis é um jogo de horror pessoal fantástico. Ilustrado por Bruno Prosaiko mesmo ilustrador de Déloyal. Cidade Obscura é um cenário que pode ser usado em qualquer jogo de horror, e facilmente adaptado para Storyteller.

Inicialmente o objetivo era chegar em um sistema de horror pessoal, a partir de uma base comum de jogos de fantasia medieval. O jogo escolhido para essa transformação foi Mundo de Masmorras, e daí surgiu o Hack, Cidade Obscura. Mas o livro contêm todas as regras e não é necessário nenhum outro complemento para ser jogado além de alguns dados de seis lados.

capacidadeobscura

Capa do livro

O cenário de Cidade Obscura é resumido mesmo em seu nome, uma cidade praticamente viva, onde existem todo tipo de criaturas sobrenaturais lutando por espaço, território, ou apenas se deliciando com petiscos humanos. A levada é bem Storyteller, porém de uma forma extremamente simples.

Os personagens são criaturas sobrenaturais como Vampiros, Lobisomens, Magos, Fadas e Fantasmas, semelhante ao Storyteller, em que cada criatura tem habilidades exclusivas e personalizáveis. Além disso, é preciso escolher um ascendente para o personagem que funciona como um arquétipo: Forte, Ágil, Esperto, Carismático entre outros presentes em uma lista de sugestões presentes no livro base.

Depois de escolhida a ascendência e distribuídos os atributos, são selecionadas as pericias do jogo, que basicamente é o que o personagem sabe fazer. Vale salientar que neste jogo, quando um personagem é perito, os testes relacionados a essa perícia são sucessos automáticos. Uma maneira de premiar as pericias escolhidas, salvo quando realizadas em condições de extrema pressão ou periculosidade.

A resolução de conflitos acompanha o modelo de Apocalypse World, ou seja o jogador lança dois D6 (dados de seis faces) e soma o resultado aos valores de atributos e confere em uma tabela para saber de seu sucesso ou fracasso.

Tabela de Resultados

Resultado do Teste Condições de Sucesso e Fracasso
6 ou menos Fracasso Crítico
7 a 9 Sucesso com uma complicação
10 ou 11 Sucesso sem complicações
12 ou mais Triunfo. Sucesso com Perfeição.

Existe presente no livro uma lista bem longa de complicações e consequências que podem ser usadas como exemplos após as ações, mas o mestre e jogadores tem total liberdade para criar inúmeras outras situações mediante a aventura em que os personagens estiverem envolvidos.

O dano do jogo é feito de uma forma bem elegante, porém cruel. Quando os pontos de vida chegam a zero, os personagens fazem um teste de vigor, utilizando a tabela acima pode ser que ele morra, ou viva com uma complicação, como uma mutilação, ou um dano permanente cerebral, síndromes entre outros.

Gostei muito do cenário, principalmente pela liberdade criativa. Jogadores em conjunto com o mestre podem adicionar todo tipo de elemento, criaturas novas, locais, sociedades, clãs, guildas ou até cultos e personagens chave dentro da cidade. Nada é engessado dentro do sistema! Para quem curte as HQ’s da Vertigo Comics vai se sentir à vontade e conseguirá notar várias semelhanças com Preacher e Constantine.

FILHOS-DA-GEHENNA-INDIE-RPG-CIDADE-OBSCURA-JOAO-MARIANO-PRATEON-HACK-DUNGEON-WORLD

Hellblazer uma das melhores obras da Vertigo

Sim, eu sou a cidade que tão obscura quanto a tua própria cegueira todas as noites te abraça e sussurra o teu nome com lascívia… e tu que pensavas que no fim de tudo nós dois nunca nos íamos entregar um ao outro…”.

Se você curtiu o sistema ele esta disponível para download gratuito é só clicar aqui. Se quiser conhecer mais sobre Mundo de Masmorras, confira aqui.

Curta, compartilhe e entre em contato com a gente para mandar sua sugestão ou opinião!

Tags: , , , , , , , , , , , ,


Sobre o Autor



Voltar ao Topo ↑