Reviews

Publicado em Março 22nd, 2018 | por Renato J. Lopes

Contato Imediato: Gnomopolis

Estava há um tempo sem dar aqui as primeiras impressões de um jogo, mas voltamos! Dessa vez, falaremos sobre um jogo nacional que está para sair pela Conclave Editora: Gnomopolis! Foi um dos poucos jogos que conseguimos jogar no Diversão Offline e surpreendeu positivamente. Rápido, imersivo e divertido.

Gnomopolis é um jogo de Igor Knop (aquele do YouTube) e Patrick Matheus (Masmorra de Dados). No jogo, somos gnomos fugindo da expansão humana e precisamos ajudar a construir a nova cidade. Lá, você vai precisar dar emprego para os adultos e um futuro para as crianças.

O jogo

Cada jogador começa com um tabuleiro individual e os gnomos iniciais no seu copinho: 4 adultos (marrom) e duas crianças (verde). Dois casais e seus filhos. Eles sacam 3 gnomos iniciais e coloca em sua área ativa.

Gnomopolis

A treta rolando

Gnomopolis funciona em rodadas, em que cada jogador pode alocar os seus gnomos disponíveis para fazer construções ou ativar ações. No final do turno, os seus gnomos que foram alocados em pé vão para a área de cansados. Os gnomos deitados, voltam para a reserva do jogo. Em seguida, cada um saca 3 gnomos do seu estoque e coloca em sua área ativa. Isso permite com que cada jogador comece com 3 novos peões na próxima rodada.

Esse mecanismo funciona como um deck building. Você vai pegando os que te interessa e vai descartando os que não. Mas, cuidado para não tirar a sinergia entre trabalhadores e as construções.

O jogo termina de 3 formas: um jogador construir o 6º prédio, acabarem as moedas da capital antiga, ou acabar os gnomos na capital antiga. As moedas e os gnomos formam uma reserva no início do jogo. Quando uma dessas 3 condições acontecerem, a rodada atual termina e é feita a pontuação de final de jogo.

Construções

As construções são cartas, que tem algumas coisas legais. Para construir, você aloca os seus trabalhadores, que no final da rodada vão para o espaço de descanso. Ao pegar a construção, novos gnomos virão para a sua cidade. Você pega eles da reserva. Se não tiver mais daquela cor, não pega nada. A carta tem um espaço de ação e o espaço de moradia para pontuação no final do jogo.

O jogador que tiver mais construções de uma cor (azul, amarelo, vermelho e cinza), recebe a carta bônus daquela cor que vai dar pontos extras no final do jogo. Sempre o jogador que acabou de construir fica com o bônus.

Gnomopolis

Construções feitas e trabalhadores se preparando

O tatu

Durante a sua vez, é possível usar o seu tatu, que funciona de uma forma bem interessante. Você aloca um gnomo no respectivo espaço do seu tabuleiro. Depois move o seu tatu em sentido horário dos jogadores e pode usar uma das ações daquele jogador. Ou seja, a cada rodada você pode usar a ação de um jogador diferente. O jogador que recebeu a visita do seu tatu, ganha 1 de ouro do banco.

Os gnomos e suas cores

Os gnomos têm funções específicas, de acordo com a cor. Os verdes são crianças e vão precisar crescer para se tornarem trabalhadores, marrons. Por sua vez, eles vão precisar se especializar: soldados, mercadores, artesãos e inventores. Soldados (vermelhos) protegem a cidade. Os mercadores (amarelos) vão ajudar a manter o dinheiro circulando na cidade. Os artesãos (azuis) vão ajudar no lazer da população. Por fim, os inventores vão trazer suas invenções para ajudar na construção rápida da cidade.

O lance é ter uma sinergia entre as classes de gnomos e os prédios que você constrói. Isso vai fazer diferença nas ações durante o jogo e na pontuação final.

Pontuação final

Você vai pontuar bastante coisa no final, mas é bem simples. Cada moeda vale 1 ponto. Cada gnomo que você coloca nas suas cartas, recebe os pontos indicados nela. Cada gnomo alocado nos espaços de moradia do seu tabuleiro, valem 1 ponto. Para cada gnomo que não tiver espaço para colocar, você perde 1 ponto. Somam-se os pontos de cada jogador, quem tiver mais, ganha.

O que achei de Gnomopolis

Um divertido e dinâmico jogo de pool building. Você vai fazer o pool, escolhendo os gnomos que servem às suas construções, enquanto limpa os que atrapalham. A dinâmica de pegar gnomos crianças, fazê-los virar um adulto e se profissionalizar, é super imersiva.

Gnomopolis

Foto da caixa do jogo no DOFF SP 2018

O fato de precisar ter os prédios certos para os seus profissionais, na pontuação de final de jogo, dispara uma corrida pelas construções. Claro, é preciso ter as que te dão mais benefícios, mas ao mesmo tempo, precisa casar com as cores dos seus gnomos.

A questão tátil também é muito legal. Todo final de rodada você pegar os gnomos no copinho é muito divertido. Claro, tem que jogar limpo e não olhar, né? Se você tem que cuidar isso dos seus amigos, talvez precise de novos jogadores.

É um jogo que assim que sair pré-venda ou financiamento vou garantir o meu! O Igor e o Patrick conseguiram fazer um jogo bem consistente e redondo, com tudo funcionando direitinho. Já está no meu top 10 jogos de autores nacionais de todos os tempos!

Veredito Gnomopolis

Mais uma obra prima nacional dos tabuleiros! Agrada dos jogadores experts aos iniciantes. Rápido, estratégico, bonito e com um elemento inovador. Assim que sair, garanta o seu!

Tags: , , , , , ,


Sobre o Autor

Publicitário, viciado em jogos de miniaturas, sonha em trocar todos os seus bens por personagens raros de Zombicide.



Voltar ao Topo ↑