Reviews Explorers Of The North Sea

Publicado em maio 13th, 2020 | por Renato J. Lopes

0

Review: Explorers Of The North Sea – o melhor da trilogia

Review: Explorers Of The North Sea – o melhor da trilogia Renato J. Lopes
Compreensão das Regras
Componentes
Arte
Estratégia
Envolvimento
Rejogabilidade

Summary:

4.6


User Rating: 0 (0 votes)

Neste texto damos continuidade na série de reviews sobre os jogos da Trilogia do Mar do Norte, ou The North Sea Runesaga. Explorers of The North Sea (Exploradores do Mar do Norte) é o terceiro e último jogo dessa trilogia da Garphill Games. Aqui no blog já falamos sobre os outros jogos: Shipwrights Of The North Sea, Raiders Of The North Sea e suas expansões. Agora você conhecerá o terceiro e melhor jogo base da trilogia.

Explorers of the North Sea

Explorers Of The North Sea

Explorers Of The North Sea encerra a trilogia de uma forma esplêndida. Um jogo de regras fáceis, muita estratégia e uma produção incrível. A arte do Mihajlo Dimitrievski (The Mico) está incrível e o tabuleiro fica muito bonito na mesa. Depois de construir barcos em Shipwrights Of The North Sea e ir saquear as áreas próximas em Raiders, agora é hora de ir além. 

Em Explorers Of The North Sea somos capitães vikings em busca de novas terras para colonizar e controlar. Será preciso viajar e descobrir as novas terras, levando nossa população para construir entrepostos, saquear assentamentos, roubar gado e capturar territórios.

Explorers Of The North Sea
Tudo preparado para uma partida

O JOGO

O jogo inicia com um tile central que possui dois lados e duas peças. Sorteie uma entre elas de um lado e coloque no centro da mesa. Dê para cada jogador 2 cartas de capitão, para que eles escolham um para jogar, cada um deles possui uma forma única de pontuar no final do jogo.

Em seguida, dê os componentes de uma cor, para cada jogador: 1 barco, 7 vikings e 5 postos de troca. Os jogadores colocam 2 vikings dentro do navio e coloca o barco ao lado da peça inicial. Os outros vikings são colocados em terra, no tile inicial. Escolha um jogador para ser o primeiro e dê o marcador de inverno para o jogador à direita dele.

Começando com o jogador inicial e seguindo em sentido horário, cada jogador primeiro coloca um tile e depois gasta 4 pontos de ação, entre as disponíveis e compra um novo tile. 

Explorers Of The North Sea
É importante escolher bem o tile a ser colocado

COLOCANDO O TILE

A primeira coisa que o jogador faz na sua rodada é colocar um tile. Ele precisa tocar em outro tile já colocado anteriormente. O tile precisa encaixar com as outras peças que tocar, podendo se ligar à peça inicial, mas nunca pode tocar na terra do tile inicial. Ao encaixar a peça, dependendo do símbolo que a peça possuir, entrará uma nova peça, que pode ser uma peça de animal (livestock), navio inimigo, acampamentos. Depois disso ele pode fazer 4 ações.

AÇÕES POSSÍVEIS

Existem 6 ações possíveis de serem realizadas em sua vez:

Carregar navio

O navio tem espaço para 3 peças. Como ação, o jogador pode embarcar 3 vikings ou peças de animais a partir de 1 espaço de terra adjacente ao navio. Um animal não pode entrar sozinho no barco, sempre é preciso ao menos 1 viking.

Explorers Of The North Sea
Com o navio cheio, é preciso levar os animais para a entrega

Descarregar navio

Como ação, o jogador pode desembarcar as peças do navio para 1 espaço de terra adjacente. Um animal não pode sair sozinho no barco, sempre é preciso ao menos 1 viking para descarregá-lo.

Explorers Of The North Sea
Os vikings foram descarregados do navio para atacar um acampamento

Mover o navio

O jogador gasta uma ação para movimentar um navio de um espaço de água para outro adjacente de hexágonos diferentes. É preciso ter um viking no navio para se movimentar. 

Se ao entrar em um espaço de navio inimigo, ele possuir 2 ou mais vikings, acontece uma batalha. A batalha acontece revelando o tile de barco. Se houver um símbolo de x sobre um meeple, o jogador perde um tripulante que vai para Valhalla. Se não houver 2 ou mais tripulantes, não é possível entrar no espaço de barco inimigo. Os meeples mortos, ficam em um espaço reservado e podem valer pontos ao final do jogo.

Explorers Of The North Sea
Ao entrar em uma área de navio ao movimentar-se com 2 ou mais vikings, acontece um ataque

Mover vikings

Gaste 1 ponto de ação para mover 1 viking com 1 animal de um espaço de terra para outro adjacente. Enquanto a peça de animal está em terra, qualquer jogador pode movê-lo. Depois que ele estiver em um barco, não pode ser roubado.

Explorers Of The North Sea
Com um ponto de ação, o jogador pode mover 1 ou 2 vikings e ainda atacar o acampamento.

Construir um posto de troca (outpost)

Gastando 2 ações, um jogador pode construir um posto de troca na junção de terra de 3 tiles.Cada tile pode ser conectado a somente 1 posto de troca de um jogador. Para realizar a ação, é preciso ter ao menos 2 vikings ao redor do espaço onde será construído o posto de troca. Depois de construídos os 5 postos de troca, eles não podem ser construídos, movidos ou removidos.

Explorers Of The North Sea
Com dois vikings e duas ações, é possível construir um posto de troca

Ação livre – atacar acampamentos

O jogador pode atacar os acampamentos, ao entrar em um espaço com um acampamento com a quantidade de meeples indicados na peça. Ao fazer isso, ele retira a peça e coloca sobre o seu tabuleiro de jogador.

FINAL DE JOGO E PONTUAÇÃO

O jogo termina assim que o jogador com o token de inverno não possuir mais peças em sua mão e não tem mais peças para comprar. Ao final de seu turno, é feita a pontuação final pelos seguintes quesitos.

O conjunto de animais diferentes entregues valem pontos dependendo da quantidade: 1/2/3/4/5/6 animais valem 1/3/6/10/15/21 pontos. Postos de troca construídos também valem pontos pela quantidade colocada no tabuleiro: 1/2/3/4/5 valem 2/5/9/14/20 pontos respectivamente. Cada navio inimigo vale 1 ponto.

Os acampamentos saqueados valem os pontos indicados nas fichas. Os vikings mortos valem pontos na quantidade morta ao quadrado: 1 vale 1 ponto, 2 valem 4 pontos, 3 valem 9 pontos e assim por diante. 

As ilhas completas (cercadas pelo mar) controladas valem 1 ponto por cada peça que a compõe. Para controlar, o jogador precisa ter mais influência que outros jogadores em uma ilha. Cada viking vale 1 de influência e cada posto de troca vale 2. Por fim, cada jogador pontua sua a habilidade de seu capitão.

Explorers Of The North Sea
Final de jogo é hora de contar os pontos

A EXPANSÃO ROCKS OF RUIN

A expansão Explorers Of The North Sea: Rocks Of Ruin traz várias novidades interessantes. A primeira é a possibilidade de jogar com mais 1 jogador e 2 novas cartas de capitães. Além disso, várias novas peças são adicionadas às ilhas. Nessas peças entram as peças de destroços de embarcações e fortalezas.

As peças de destroços de embarcações que podem te dar 4 tipos de peças. A lenha te permite construir estruturas, as provisões te dão 2 ações extras, o ouro vale 3 pontos ao final do jogo e a arma de cerco te permite usá-la como 1 viking em um saque a um acampamento ou fortaleza.

Os jogadores recebem também 1 player mat onde ele coloca a carta de capitão e as 3 estruturas que são: o moinho, a oficina e o depósito. O moinho te permite ter outro lugar para entregar os animais. A oficina permite que você construa um posto de troca usando apenas 1 viking. O depósito te dá a habilidade de mover 1 viking extra em terra.

Explorers Of The North Sea
O tabuleiro de jogador e novos itens

Novas ações

Com a expansão 3 novas ações entram em jogo:

Resgatar um destroço de navio: o jogador precisa ter 1 viking no espaço e gasta 1 ponto de ação para virar a peça para cima e coloca em seu tabuleiro. O destroço fica disponível para uso imediato.

Construir uma estrutura: gastando uma lenha, o jogador pode construir uma de suas estruturas. Diferente dos postos de troca, elas ficam não nas junções, mas sim em um espaço de terra. Cada tile só pode ter nele um posto de troca ou uma construção, nunca os dois.

Saquear uma fortaleza: isso funciona da mesma forma como saquear acampamentos no jogo base. Ao entrar em um espaço com uma fortaleza com a quantidade indicada de vikings, o jogador saqueia a fortaleza, virando a peça para cima. A diferença é que ela pode matar 1 ou mais vikings.

Outra novidade, é que agora, ficam 3 tiles abertos para o jogador escolher na hora de comprar, não somente da pilha fechada. A pontuação de final de jogo também inclui as peças de ouro dos destroços e as fortalezas. Além disso, as estruturas ajudam no valor de influência de cada ilha: moinho e oficina valem 1 e o depósito vale 2. As ilhas completas que possuírem fortalezas não são consideradas dominadas por nenhum jogador.

Explorers Of The North Sea
Hey, cara! Esse frango é meu!

THE CREW MINI-EXPANSION 

Durante a pandemia do covid-19, a Garphill Games disponibilizou uma mini expansão print & play, chamada The Crew Mini-Expansion. Ela adiciona as cartas de recrutas, que possuem pré-requisitos para serem conquistadas. Assim que um jogador consiga alcançar aquele requisito, ele pega a carta do topo. A próxima carta será igual, com o mesmo objetivo, mas com um requisito maior. Quanto mais cedo você pegar uma carta, menor será o objetivo e mais fácil de conquistá-la.

São 3 tipos de cartas e cada jogador pode ter 1 de cada. Cada uma delas dá uma ação extra. Para adquirir o pastor (shepherd) tem que fazer a entrega de animais. A observadora (lookout) se conquista com construção de postos de troca. Enquanto para conquistar o destruidor é preciso atacar navios e/ou acampamentos.

É uma mini expansão interessante que te ajuda a ter mais pontos de ação para poder otimizar seus turnos e pontos. Ela ser de graça é bem interessante, dá pra imprimir em 3 folhas A4 e jogar de boa.

Explorers Of The North Sea
Os personagens do jogo

CONSIDERAÇÕES SOBRE EXPLORERS OF THE NORTH SEA

Explorers é bem redondo, traz bastante diversão a cada partida que é bem diferente da outra. Como o mapa é montado a cada partida, tudo fica em um lugar diferente, o que não dá pra scriptar o jogo. Sempre que você coloca o jogo na mesa vai tentar ver o que está mais próximo, tentar montar as ilhas de forma a controlá-las e colocar os seus postos de troca logo no tabuleiro.

Os animais são um show a parte, com uma produção bacana e uma fofura! Eles também são um dos focos a dar muitos pontos no jogo. Só tem que estar sempre atento para que ninguém leve embora os seus bichos. Mas, como a quantidade é limitada, a briga por eles pode ser complicada que é o máximo de interação que você terá na partida.

A cada rodada você vai pegar a peça e tentar ver de que forma ela pode te beneficiar, ou não ajudar tanto os outros jogadores. Em seguida é preciso planejar com cuidado suas ações para pontuar da melhor forma possível e tentar fazer o máximo de pontos com o seu capitão. O interessante é que você também pode ignorar completamente a pontuação dele e tentar fechar e controlar o máximo de ilhas possíveis, além de fazer um bom set com os animais.

Explorers Of The North Sea
Explorers é um bonito jogo para se colocar na mesa

Exploração e tema

Ao jogar, você realmente sente que está explorando um mundo novo e conquistando cada lugar, descobrindo novidades uma rodada após a outra. O único ponto que não gostei muito é que não é tematicamente um jogo muito viking. A exploração poderia ser considerada de qualquer nação que tenha sede por conquista, mas não é nada que atrapalhe o jogo.

Me incomodou alguns detalhes da arte que podem confundir um pouco. A vaca, o burro e o bode tem ilustrações bem próximas de cores e formatos, o que pode atrapalhar um pouco. As fortalezas da expansão também podem não ficar muito claras ao jogar nas primeiras vezes.

Explorers Of The North Sea é o último e melhor jogo base da Trilogia do Mar do Norte. Explico. Como jogo base, ele funciona e tem uma vida mais longa que o Raiders Of The North Sea que com as expansões vira o melhor jogo da trilogia (para mim). De qualquer forma, a trilogia possui três jogos muito bons que vale a pena conhecer e jogar várias vezes.

O que gostei em Explorers Of The North Sea

  • Arte e produção;
  • Rejogabilidade;
  • Mecânicas;
  • Altamente estratégico
  • Muito divertido.

O que não gostei em Explorers Of The North Sea

  • Tema mais presente.
  • Alguns detalhes confusos da arte.

Indicado para

  • Fãs de euros médios;
  • Jogos com o tema viking;
  • Jogos de colocação de peças.

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,


Sobre o Autor

Publicitário, viciado em jogos de miniaturas, sonha em trocar todos os seus bens por personagens raros de Zombicide.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Topo ↑