Reviews

Publicado em janeiro 16th, 2017 | por Renato J. Lopes

Review – Space Cantina: melhor do ano ou decepção?

Review – Space Cantina: melhor do ano ou decepção? Renato J. Lopes
Complexidade das regras
Componentes
Arte
Estratégia
Envolvimento
Rejogabilidade

Summary:

4.3


User Rating: 4.5 (1 votes)

Neste review vamos fazer uma análise sobre Space Cantina. Antes, vamos a uma reflexão: o que define um jogo como bom: tema? Mecânica? Componentes? Jogabilidade? Todas as anteriores? Acho difícil definir com apenas esses aspectos. Muitas vezes tudo isso parecia ser interessante, mas na hora de ir pra mesa fica bem bosta.

Não é o caso do Space Cantina. É um jogo redondinho, fechado, divertido e com mecânicas e temática interessante. Nem seus componentes de qualidade mediana conseguem apagar seu brilho. Desde que chegou, bateu recorde de ver mesa por aqui e promete continuar o sucesso.

Ficha Tecnica Padrão Space Cantina

Componentes

Essa é a parte triste do review. Realmente, dá dó um jogo desse porte ter tido o tratamento de componentes que recebeu. Cartas de diferentes tonalidades, cartonados mal cortados e com defeitos de secagem de tinta, tabuleiros envergados e marcadores de insatisfação insuficientes. Claro, tudo isso não atrapalha a jogabilidade, mas um jogo bem feito dá mais gosto de colocar na mesa, não é mesmo?

O que salva são os cubinhos de recursos, altamente temáticos e muito fofos. Dá vontade de comer! E a arte do jogo e das cartas que são um show. Isso dá gosto de tirar o jogo da caixa e ver carta por carta.

_FRA7629

Um jogo maravilhoso, mas com componentes não tão maravilhosos

O jogo

Em Space Cantina você gerencia um restaurante espacial com a missão de servir os clientes mais exigentes da Galáxia. Cada jogador recebe um tabuleiro do respectivo restaurante. Ele possui espaço para colocar os garçons, gerentes, maitres, cozinheiros, clientes e outras coisas como recursos, demandas e marcadores de insatisfação. Cada restaurante tem uma habilidade própria e que oferece vantagens durante o jogo. Algumas apenas uma vez por rodada e outras contínuas.

Há um tabuleiro central onde são colocadas as cartas de clientes e funcionários, além de espaço para os dados das 3 cores do jogo verde (aliens), vermelho (ciborgues) e cinza (robôs). Cada uma das raças possui uma trilha que dá benefícios durante o jogo e pontuação no final. Há ainda a trilha gourmet que você ganha estrelas ao atender clientes críticos da gastronomia espacial.

Durante a sua vez o jogador vai ter que escolher uma das seguintes ações para fazer: pegar uma carta (de cliente ou funcionário) ou pegar um dado e alocá-lo num garçom ou cliente. O jogo possui três recursos: comida (cubos amarelos), bebida (cubos azuis) e sobremesa (cubos rosas) que serão utilizados para servir os clientes.

_FRA7631

Setup inicial do jogo

_FRA7630

Cartas iniciais de cliente e funcionário

Objetivo do jogo

O jogo começa com cada jogador com um de cada tipo de recurso, um garçom e um cliente inicial escolhido a partir do primeiro jogador. Seu objetivo é conseguir o máximo de créditos especiais durante as rodadas do jogo (8 para 4 jogadores, 9 para 3 jogadores e 10 para 2 ou 1). A pontuação é realizada ao atender clientes, ao avançar nas trilhas das raças durante o jogo e no final da partida. Também são contabilizados pontos na trilha gourmet e atendimentos feitos (8 pontos para quem mais atendeu, 4 para o segundo e 2 para o terceiro). Ainda são contados pontos para fichas de demanda (são como se fossem objetivos completos) e objetivo secreto.

_FRA7633

Cada raça oferece benefícios e pontos

A rodada

Na rodada de Space Cantina cada jogador vai realizar 4 ações, dentre as disponíveis: pegar uma carta de funcionário, pegar uma carta de cliente ou pegar um dos dados e usar.

Pegar uma carta de funcionário

O jogador pega um dos disponíveis na rodada e coloca em um dos espaços do seu restaurante, ele sempre entra como garçom (a não ser que seu restaurante tenha a habilidade que permita fazer algo diferente). Caso seja o quarto garçom, ele é obrigado e pegar um dos que estão alocados e substituir pelo novo. Nesse caso ele tem duas opções para fazer com o garçom antigo: descartá-lo ou promovê-lo de acordo com seu plano de carreira (indicado no canto inferior esquerdo da carta) para gerente, maitre ou cozinheiro.

Ao descartar você ganha a quantidade de créditos indicados no marcador de rodada e ainda pode pegar 3 cartas de cliente do monte e escolher ficar com um deles.

Caso o promova, ganha um benefício imediato e um contínuo de acordo com o cargo. Os funcionários promovidos são cumulativos, ou seja você tem aquele benefício várias vezes. Mas, cuidado! Você vai ter que pagar o salário de cada um deles no final do jogo.

  1. Gerente: na hora anda a quantidade de espaços na trilha de fidelidade indicada. A partir desse momento ele vira um modificador constante (uma vez por rodada) de dados para mais um ou menos um quando for colocá-lo em um garçom.
  2. Maitre: ele na hora em que é promovido pode servir um dos clientes, mas precisa ter os recursos para isso. Ele vira um modificador de dados constante (uma vez por rodada) quando for alocar um dado para servir um cliente.
  3. Cozinheiro: o benefício instantâneo é pegar 2 recursos quaisquer da reserva. Ao colocá-lo em seu lugar no tabuleiro, ele te dá um (por cozinheiro) na trilha de fidelidade do cliente crítico que você servir, além do que você já ganharia servindo-o. Por exemplo, se você servir um andróide de 2 estrelas e possuir 3 cozinheiros, além de ganhar os pontos que ele oferece e andar na trilha gourmet, você vai andar 3 na trilha de fidelidade dos andróides.
_FRA7634

É interessante ter funcionários promovidos, mas cuidado para não ter que gastar muito com salários no final do jogo

Pegar uma carta de cliente

O jogador escolher um dos clientes disponíveis e o coloca em um dos espaços do restaurante, ou no bar. Caso escolha esse último, ele precisa descartar um recurso (se for de um tipo que o cliente consome fica em cima da carta e já conta como aquele recurso), mas só pode haver um por rodada. No final da rodada todos os clientes não atendidos no restaurante ganham um marcador de insatisfação, caso isso preencha a quantidade de carinhas do lado superior direito da carta, o jogador pega os marcadores e os coloca em sua cozinha e descarta aquele cliente. Cada marcador de insatisfação no final do jogo, vale -1 ponto. Se houver um cliente no bar, ele entra no restaurante normal.

Caso o jogador pegue o quarto cliente, ou entre um cliente do bar, ele precisa descartar um dos clientes, mas antes disso, ele precisa encher a quantidade máxima de insatisfação daquele cliente, esses marcadores vão para a cozinha.

_FRA7639

Clientes exigentes demandam seu atendimento

Pegar um dos dados e usar

O jogador pega um dado e coloca ou em um garçom, ou em um cliente. Ao colocar em um garçom, ele precisa colocar um dado do número marcado para ganhar o recurso indicado. Caso o dado seja da mesma cor que o funcionário, o jogador anda um na trilha de fidelidade correspondente. Ele ainda pode usar um recurso (é cumulativo) para mudar um número a mais ou a menos. Ainda é possível utilizar a habilidade do gerente para isso. Não se esqueça: você só pode usar um dos números de cada garçom por rodada.

_FRA7640

Você coloca o dado e ganha os recursos

Ao colocar o dado no cliente, o jogador precisa ter os recursos necessários e o número ser igual ao indicado na carta. Se o dado for da mesma cor, ele anda um na trilha de fidelidade correspondente. Ao ser atendido, o cliente dá pontos de vitória, permite andar na trilha de fidelidade correspondente, ou trilha gourmet (podendo utilizar os benefícios dos cozinheiros). Também é possível modificar o número com recursos ou a habilidade do maitre.

_FRA7641

Atenda aos clientes e ganhe pontos e ande na trilha de fidelidade

Caso não seja possível fazer nada e o jogador não possua recursos para descartar ou funcionários promovidos com habilidades, ele pode descartar o dado e pegar um recurso do estoque.

Final de jogo e pontuação

Space Cantina termina depois das rodadas indicadas e a saideira, quando os jogadores podem servir um cliente, caso possua recursos para isso. Nesse momento se faz uma contagem de pontos. Primeiro a trilha gourmet, depois as trilhas de fidelidade, quem serviu mais clientes, quem teve menos insatisfação, demandas e objetivo secreto. Descontando as fichas de insatisfação e o salário dos funcionários promovidos.

_FRA7642

Normalmente as pontuações são bem apertadas

Considerações

Space Cantina funciona bem no modo solo, funciona bem para 2, 3, 4 e talvez até para 5, já que ainda não joguei, mas vi que os criadores disponibilizaram uma forma de fazer isso. É um jogo muito versátil com uma combinação de mecânicas muito interessante. Tem alocação de dado, pick up and delivery, habilidades diferentes, entre outras. Os restaurantes são bem legais, lembram o estilo das raças do Terra Mystica, você vai se ver escolhendo eles da mesma forma.

É um jogo com uma curva de aprendizagem muito boa, com novas possibilidades aparecendo a cada jogo. Você vai perceber que decisões erradas trazem consequências ruins para sua pontuação final. Você realmente precisa participar das trilhas o melhor que puder (mais um Terra Mystica feelings) e tentar completar as demandas, pois dão muitos pontos no final. Você tem várias possibilidades de pontuar e conseguir ganhar o jogo.

É importante ter um equilíbrio entre a quantidade de funcionários promovidos. Pois no final terá que gastar muito com salários. Ao mesmo tempo você precisará utilizar os benefícios deles durante o jogo. Também tem a questão de ter que escolher a melhor combinação de funcionários para dar os recursos que você precisa. É interessante ter uma variedade de números diferente que gere recursos, pois se forem muito parecidos e não sair próximos daquele número, vai demandar muitos recursos para mudar o dado para aquele número.

No quesito rejogabilidade, mais uma vez surpreende. Se você embaralhar as cartas bem, sempre jogar com um restaurante diferente e fazer uma boa mistura de demandas e objetivos, cada partida será totalmente diferente da outra.

A interação na mesa fica por conta de você barrar/travar o adversário nas ações que ele deseja. Você está vendo que aquele seu amiguinho está pegando muitos androides para servir. Isso quer dizer que ele tem algum objetivo relacionado a isso. As próprias demandas vão dar esse tom ao jogo, pois todos vão querer pegar o máximo delas. É um euro, então não espere por uma interação direta.

A arte é simplesmente incrível, com referências diretas aos principais personagens da cultura geek que vai dos quadrinhos ao cinema, tanto que eles lançaram um PDF especial das artes, que está show de bola.

Enfim, pode até não ser “o melhor” jogo nacional de 2016, mas com certeza está ali entre os primeiros. Um jogo redondinho, apertado, punitivo e difícil de estar muito à frente. Space Cantina é tudo aquilo que esperava dele e mesmo com a decepção dos componentes, continua no meu top 5 nacional. Com certeza vai dar muito o que falar nos fóruns da vida. Está a altura dos grandes jogos internacionais e tem tudo para brilhar lá fora. Quem sabe uma versão caprichada da Cool Mini Or Not possa resolver o problema da produção?

_FRA7643

Para uma partida mais turbinada de Space Cantina, experimente colocar os promocionais, substituindo a mesma quantidade de cartas normais

O que gostei em Space Cantina

  • Arte bonita e rica em referências;
  • Curva de aprendizagem;
  • Partidas com duração média;
  • Muitas opções de pontuar;
  • Boa rejogabilidade;
  • Mecânicas que se encaixam;
  • Dinâmico e fácil de aprender.

O que não gostei em Space Cantina

  • Componentes deixaram a desejar. Um jogo desses merecia mais.

Indicado para

Fãs de eurogames médios, de jogos de dados, jogadores experientes e que gostam de pontuação no final com critérios diversos.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


Sobre o Autor

Publicitário, viciado em jogos de miniaturas, sonha em trocar todos os seus bens por personagens raros de Zombicide.



Voltar ao Topo ↑