Notícias

Publicado em abril 7th, 2017 | por Francis Weslen

Tábula Entrevista – GKR: Heavy Hitters da Weta Workshop

Chegou a hora da porradaria comer solta e o mais legal de tudo isso, com mechas. GKR: Heavy Hitters é o primeiro board game desenvolvido pelo pessoal da Weta Workshop e produzido pela Cryptozoic Entertainment. Para quem não conhece a Weta, localizada na Nova Zelândia, participou da produção de muitos filmes como A Trilogia O Senhor dos Anéis, The Hobbit, Power Rangers, entre outros.

a0ecbe0e757f66ca51d626a588d34f4d_original

Arte de divulgação do game

GKR (Giant Killer Robots) é um jogo com tabuleiro modular para 1 a 4 jogadores, cada um com diferentes habilidades e transporta você para dentro do “megapocalypse”. Nele, você reunirá um esquadrão de robôs assassinos gigantes ou como são chamados de GKRs. Construa seu deck para enfrentar seus rivais em uma luta e garantir seus minutos de fama.

Saindo inicialmente em financiamento coletivo pelo Kickstarter lá fora, o jogo obteve um desempenho muito alto durante sua campanha. A meta inicial de 100 mil doletas foi alcançada nas primeiras quatro horas de publicação. “Mas Francis, outros projetos conseguiram superar isso em menos tempo”. Sim, porém este foi o primeiro projeto da empresa na área, considerando este fator, é um ótimo desempenho. E em breve estará nas lojas também para o deleite de quem perdeu o financiamento.

Mas sei que vocês são muito curiosos, assim como eu e querem saber muito mais do que isso. Foi por isso que procurei a equipe responsável pelo jogo e conversei com eles. Tem muita coisa boa sobre este projeto incrível. Confere aí:

Entrevista GKR: Heavy Hitters

Tábula Quadrada: Como vocês se conheceram?

GKR: A Weta Workshop é um estúdio de design sediado em Wellington, Nova Zelândia. Nós passamos os últimos 30 anos desenhando props, roupas e armas para grandes filmes. Entre eles Mad Max: A Estrada da Fúria, Ghost In The Shell, Elysium, Avatar e O Senhor dos Anéis. Há dois anos, três de nossos designers seniors começaram a trabalhar em GKR: Heavy Hitters, criando robôs e personagens para o primeiro board game da Weta Workshop. Nós pedimos à Cryptozoic para desenhar o gameplay e eles trouxeram o designer de games Matt Hyra (Adventure Time Card Wars, Attack on Titan: Deckbuilding Game e Batman: Arkham City Escape).

TQ: Vocês jogam muitos board games?

GKR: Com certeza! Nossos designers conceituais são jogadores assíduos em seu tempo livre – especialmente jogos de RPG como Dungeons & Dragons. Mas esta é a primeira vez que eles desenvolveram um board game por conta própria.

976bacc6e2f469cfff036160235e93cd_original

Uma das artes publicitárias do jogo

TQ: É a primeira vez que o pessoal da Weta trabalha num projeto de board game?

GKR: É sim! Enquanto tivemos muita experiência criando mundos imaginários para o cinema, essa é nossa primeira vez buscando um mundo nosso para o design do jogo. Nós aprendemos muito nos últimos anos!

TQ: Como surgiu a ideia de criar um board game?

GKR: Weta Workshop é uma empresa com criações variadas. Enquanto nosso negócio principal é o design conceitual e criação de efeitos práticos para a indústria do cinema e TV, nós gostamos de ter oportunidades para novos desafios. Como uma empresa, nós também procuramos participar com nossa talentosa equipe para produzir propriedades intelectuais únicas! O mundo de GKR representou a oportunidade perfeita de combinar dois objetivos – colocar nossa marca em uma nova área (board games) e celebrar as histórias originais de nossos artistas.

GKRHeavyHittersMinis

Concepts das minis

TQ: O que significa GKR? Sobre o que se trata?

GKR: GKR significa “Giant Killer Robots” (Robôs Gigantes Assassinos). É a história do mundo fictício em que se passa GKR: Heavy Hitters. O mundo foi criado por três de nossos designers conceituais mais antigos: Paul Tobim, Leri Greer e Christian Pearce. É ambientado em um futuro próximo em que a maior parte do mundo foi destruída por um apocalipse – mas os humanos sobreviventes não estão preocupados. Eles têm a melhor distração de todas! Grandes corporações surgiram e para os manter felizes, criaram o espetáculo esportivo favorito do mundo. Cada corporação patrocina uma facção de robôs gigantes para batalhar para nosso entretenimento e salvar as cidades remanescentes.

TQ: Por que vocês escolheram esse tema?

GKR: Todo mundo na Weta Workshop ama robôs! Nós sempre quisemos desenhar um board game com lutas de robôs, mas nós queríamos que nosso jogo fosse diferente dos outros jogos com lutas de robôs. Foi aí que decidimos fazer de GKR, um espetáculo esportivo – algo divertido e engraçado e colorido. Nós pensamos que isso seria um diferencial interessante em relação a outros jogos com mais guerras mortais entre robôs.

9899cb7e2c739314dc2635a15c85b459_original

Tabuleiro e seus componentes


TQ: O uso de gadgets nos jogos de tabuleiro ainda não é muito popular. O que vocês acham sobre isso?

GKR: Nós temos muita experiência como fabricantes de colecionáveis. Nós já vendemos colecionáveis de alta qualidade por mais de 15 anos. Com GKR, nós acreditamos que materiais de alta qualidade e miniaturas pintadas são parte do que faz nosso jogo especial. Nós estamos abertos a ideia de usar smartphones e eletrônicos, mas não é o certo para esse jogo. Durante o processo aprendemos bastante e criamos ótimas relações com algumas grandes empresas, então isso pode ser algo para repensarmos quando a hora e a tecnologia estiverem propícias.

a9929d7c70e1bdf9ca8201f23dda9821_original

Uma trip só pra divulgar

TQ: Nós vimos que vocês promoveram um tour com GKR por um tempo. Conte-nos um pouco mais sobre essa experiência.

GKR: Nenhum jogo está completo enquanto é jogado na arena de testes. Nós percorremos esse caminho em 2016 para trazer GKR: Heavy Hitters aos EUA! Chegando às lojas em nove estados, terminando na Gencon em Indiana. Conseguimos encontrar uma comunidade incrível de jogadores, donos de lojas, fãs e até cosplayers. Tudo isso enquanto embarcávamos em uma viagem ao coração da terra dos jogos americana. Todos os valorosos retornos que nos deram formaram o aprendizado que nos levou ao jogo final.

TQ: Além do Kickstarter, vocês têm intenção de lançar o jogo como uma marca própria, ou fazer como outros desenvolvedores e encontrar algum distribuidor existente?

GKR: Nós com certeza esperamos continuar a trabalhar em produtos baseados no mundo de GKR. Não sabemos ainda quais formas irão levar, ou se produziremos isso nós mesmos ou procuraremos produtores externos. Vai depender da ideia que surgir. Nós sentimos que há muito espaço a explorar no mundo de GKR e muitas opções para expansões emocionantes.

TQ: Qual sua ideia para promover o jogo aqui no Brasil?

GKR: Nossa prioridade é entregar as cópias do jogo que foram pedidas pelo Kickstarter. Assim que terminarmos isso, nós vamos começar a focar no marketing, o que incluirá o marketing para revendas e vendas direto ao consumidor.

5d549c3804605f59be30586f59ff97d9_original

TQ: Depois desse projeto, o que vem? Vocês tem alguma expansão ou novo jogo em mente?

GKR: Nós vamos continuar explorando as possibilidades que o mundo de GKR tem a oferecer, incluindo futuras expansões. Nós também estamos investigando outras oportunidades no espaço dos jogos de tabuleiro. Há tempos emocionantes por vir!

E aí, o que achou da entrevista? Pegou o jogo no KS? Deixe seus comentários sobre o jogo.

Tradução: Flávio Falcioni

Tags: , , , , , , , , , , , ,


Sobre o Autor

Designer, viciado em games digitais, quadrinhos e financiamentos coletivos.



Voltar ao Topo ↑