Notícias Especial Coletivo 48: Living Planet, Kill the Unicorns e Samurai Vassals

Publicado em novembro 23rd, 2017 | por Murilo Eloz de Melo

0

Especial Coletivo 48: Living Planet, Kill the Unicorns e Samurai Vassals

É, rapaziada gente fina! Chegou a hora de vocês darem aquela olhada no novo Especial Coletivo e dizerem qual vai ser a pedida da vez. Exploração de um planeta inabitável, matança de unicórnios fofinhos, ou é a bravura dos samurais que toma conta do seu ser?

Living Planet

Em Living Planet, o amiguinho vai explorar um novo planeta no ano 2755 d.C., extrair recursos e vendê-los. O jogo é para 2 a 4 jogadores, a partir de 14 anos e dura de 60 a 90 minutos. O jogo é mais um lançamento de Christopher Boelinger, o criador de jogos como 4 Gods, Archipelago, Dungeon Roll, entre outros. Segundo ele, somente os que se arriscam têm chances de vencer.

Cada jogador representa uma grande Corporação Galáctica explorando o planeta MYC.14.250. As corporações estão ávidas por industrializar o planeta e lucrar mais que mais que o Bar do Capelão. Só há um detalhe: elas precisam fazer isso antes que o planeta se autodestrua.

Povinho do bem extraindo tudo, mas ainda não acharam grafeno ou nióbio

O planeta que não pode abrigar vida, tem violentas tempestades e terremotos fortíssimos que devastam o planeta. Como se não bastasse, você ainda precisa enfrentar gêiseres para extrair cogumelos. Os cientistas já observaram que quanto maior a extração, mais frequentes ficam os cataclismos.

O vencedor será aquele que tiver a maior pontuação depois de 12 rodadas. Os itens que dão pontos de vitória são dinheiro, veículos e prédios controlados. Ao final de cada rodada, o líder precisa escolher um dos recursos disponíveis. O problema é que eles vão ficando escassos. Aí o couro come, meu jovem.

Se você se interessou pelo jogo, boa notícia! A meta já foi atingida e a campanha vai até o dia 14 de dezembro. Os envios começam em setembro do ano que vem. Há duas versões disponíveis para dar o seu apoio: a Standard (€49) e a Deluxe (€69), e ambas estão no capricho. O frete fica entre 30 e 50 “orrô” (como diriam os franceses).

Kill the Unicorns

É ritmoooo…. É ritmo de festaaaa! Quer coisa melhor que jogar um party game e matar uns unicórnios? Pois é, em Kill the Unicorns você é um caçador que mata pega um bocado de unicórnios. Melhor ainda se não for um unicórnio fedido ou um “porcórnio”.

Kill the Unicorn dura de 20 a 45 minutos e foi desenvolvido por Cyril Besnard, Loïc Chorvot e Alain Fondrille para 3 a 6 jogadores, a partir de 10 anos.

O jogo funciona assim: cada jogador escolhe um caçador e fica de olho em um unicórnio. Depois compra duas cartas e coloca uma carta de esquema sem revelá-la sob o unicórnio escolhido.

Vamos à caça! Seja mais esperto que seus amiguinhos com o ataque mais forte. O Primeiro Jogador anuncia o número de cartas na caça pelo primeiro unicórnio e as baixa à sua frente sem revelá-las. Os outros seguem o naipe ou passam.

Porcórnio tomando aquela cerveja marota e se preparando para matar uns unicórnios

Em seguida, as cartas de esquema e caça são reveladas. As cartas de esquema podem dar bônus ou perdas. O caçador com mais pontos pega o unicórnio. Em caso de empate, o próximo na linha vence.

Quando todos os unicórnios tiverem sido capturados (ou tiverem escapado), os caçadores usam suas cartas restantes como moeda. Então, eles vão ao Mercado Negro para aumentar o valor da sua presa. É lá que eles tentam dar uma enfeitada nos “Porcórnios” para tentar vendê-los como unicórnios de verdade.

Agora pare de enrolar e escolha qual unicórnio será o seu, ou qual apoio você vai dar à causa. Os apoios começam em US$18, com o Early Bird, e vão até míseras 180 doletas. A entrega começa em maio do ano que vem e o frete para custa só 10 dólares. Aproveite e garanta a sua cópia até o dia 21 de dezembro.

Samurai Vassal

Samurai Vassal é um jogo rápido para 2 a 6 jogadores, a partir de 12 anos, com duração de 20 minutos. Cada jogador assume o papel de um samurai tentando ganhar a confiança do daimyo (senhor feudal). O primeiro jogador a conquistar 12 pontos de confiança do daimyo vence a partida.

Você pode formar uma aliança com outros jogadores, traçar estratégias para seus movimentos ou até enganar os adversários. Tudo isso só para faturar uns pontinhos a mais.

Comece a partida passando aquele 171 nos adversários, discutindo as propostas que serão feitas. Escolha uma carta da sua mão e a coloque sobre a mesa, sem revelá-la. Compare as propostas virando as cartas para descobrir qual delas será aceita pelo daimyo. É nesta hora que se descobre os verdadeiros amigos, ou não. Tudo pode acontecer.

Hora de ver quem manda mais no Japão feudal

Ganhe pontos de confiança do daimyo ou deduza pontos de outros jogadores. Repita as rodadas até que um jogador tenha chegado a 12 ou mais pontos.

A campanha atingiu a meta com folga e vai até o dia 18 de dezembro. Junte os seus trocados para levar este belo jogo ambientado no Japão feudal. Jeffrey CCH, Kevin TKW e Kenneth YNW são os criadores e estão aguardando o seu apoio a partir de HK$150 (US$20). Para quem gosta de Print & Play, a versão está saindo por HK$40 (US$ 5,20).

A entrega do PnP começa em dezembro deste ano. As cópias impressas saem do forno para o seu lar em janeiro do ano que vem. O frete deve ficar em torno de HK$60 (US$8,00). Capriche no pedido e coloque essa belezurinha ao lado de Say Bye to the Villains para mostrar as suas habilidades.

Especial Coletivo #48

E aí, já decidiu se vai exaurir todos os recursos de um planeta, matar unicórnios ou se tornar um samurai? Queremos saber a sua preferência e o que você está acompanhando pelo Kickstarter. Até a próxima semana!

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


Sobre o Autor

Esse instrutor de idiomas é competitivo até em jogos solo. Caiu de paraquedas nos BGs há uns anos, mas sem danificar as caixas.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Topo ↑